AS ÂNCORAS DE CARREIRA DA GERAÇÃO Z: ANÁLISE QUANTITATIVA DOS JOVENS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO (CIDADE DE CAMPINAS)

Luana Grolla de Camargo Ferreira, Rinaldo da Silva Corrêa, Santiago Azevedo Robles

Resumo


Os estudos sobre gestão de pessoas nos remetem a um quadro histórico relativamente recente, que apresenta uma forte evolução a partir da metade do século XX. Nesse contexto, percebe-se que os aspectos relacionados ao planejamento de carreira recebem um novo formato de entendimento a partir da percepção de que a responsabilidade do planejamento e desenvolvimento da carreira passou a ser do indivíduo e não mais das empresas. Nesse momento, o conceito de “âncora de carreira” proposto por Edgar Schein em 1961, ganha maior força e importância na proporção em que norteia as decisões de escolha das carreiras profissionais. O objetivo desse estudo é levantar as âncoras de carreiras de 215 jovens em formação profissional, presentes na geração Z e participantes em um programa de educação profissionalizante do governo brasileiro. A pesquisa caracteriza-se como descritivo-analítica de cunho quantitativo, onde a coleta de dados foi baseada no inventário de Âncoras de Carreira proposto por Edgar Schein. As principais âncoras identificadas foram: “Desafio Puro (DP)” e “Estilo de Vida (EV)”, ambas com 23,3% do total da amostragem. Em seguida, aparece “Segurança / Estabilidade (SE)” com 17,7%. Este trabalho abre caminhos para maiores investigações sobre a percepção e ansiedades da geração Z, no que se refere a carreiras profissionais. A pesquisa não intenciona uma confirmação de perfil e características de jovens da Geração Z, mas apenas apresenta um levantamento de alguns números específicos das âncoras de carreia, apontando tendências, mas sem um aprofundamento conclusivo sobre essa geração.


Palavras-chave


Âncora de Carreira; Geração Z; Gestão de Carreiras, Jovem Aprendiz.

Texto completo:

PDF

Referências


CAVANOTTE, Flávia de Souza Costa Neves; LEMOS, Ana Heloisa da Costa; VIANA, Mila Desouzart de Aquino. Novas gerações no mercado de trabalho: expectativas renovadas ou antigos ideais? Cad. EBAPE.BR, v. 10, nº 1, artigo 9, Rio de Janeiro, Mar. 2012

CERETTA, Simone Beatriz; FROEMMING, Lurdes Marlene. Geração Z: Compreendendo os hábitos de Consumo da Geração Emergente. RAUnP – Revista Eletrônica do Mestrado em Administração da Universidade Potiguar, Ano III, n.2 – abr/set. 2011

CIRIACO, Douglas. O que é a Geração Z? Disponível em, https://www.tecmundo.com.br/curiosidade/2391-o-que-e-a-geracao-z-.htm (2009), acessado em 26/06/2017.

DUTRA, Joel de Souza. Administração de Carreiras – uma proposta para repensar a gestão de pessoas. São Paulo, ATLAS. 2012

GOMES, Dione Fagundes Nunes; SALA, Otávia Travençolo Muniz; SANTOS, Elizabete Adami Pereira; TREVISAN, Leonardo Nelmi. Entre a âncora de Carreira e a Escolha Profissional – Análise da Primeiras Definições de Carreira dos Formandos de Curso de Administração em São Paulo. Revista Pensamento & Realidade, Ano IX – v. 26, n. 1/2011.

KÂMPF, Cristiane. Geração Z e o Papel das Tecnologias Digitais na Construção do Pensamento. ComCiência, on-line ISSN 1519- 7654, n.131 Campinas 2011, disponível em http://comciencia.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-76542011000700004&lng=en&nrm=iso, acessado em 25/06/2017.

KILIMNINK, Zélia Miranda; SANT’ANNA, Anderson de Souza; OLIVEIRA, Luiz Cláudio Vieira de; BARROS, Delba Teixeira Rodrigues. Seriam as âncoras de carreiras estáveis ou mutantes? Um estuco com profissionais de Administração em transição de carreira; Revista Brasileira de Orientação Profissional 2008 9(1), p.43-60

MENDONÇA, Heloisa. Conheça a Geração Z: nativos digitais que impõem desafios às empresas. Jornal EL PAÍS (Brasil) – seção carreira – 25/02/2015, disponível em https://brasil.elpais.com/brasil/2015/02/20/politica/1424439314_489517.html, acessado em 28/06/2017.

OSWALDO, Yeda. Planejamento Estratégico e Autogestão de Carreia. 4ª Ed. São Paulo, Life Editora, 2017

SOUSA, Juliano Ferreira; GOBBI, Maria Cristina. Geração Digital: Uma reflexão sobre as relações da “juventude digital”e os campos da Comunicação e da Cultura. Revista GEMINIS, Ano 5 – n.1 – V.2, p. 129-145

VASCONCELOS, Katia C. de Araújo; MERHI, Daniele Quintanilha; GOULART, Vânia Maria; SILVA, Alfredo Rodrigues Leite. A Geração Y e suas âncoras de Carreira. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional – 8 (2), p. 226-244 – Mai/Ago. 2010

REIS, Thompson Augusto; GRAZIANO, Graziela Oeste; OSWALDO, Yeda Cirera. Como as Âncoras de Carreira de Edgar Schein influenciam na escolha na carreira feita por alunos de universidade do interior de São Paulo. ReCaPe Revista de Carreiras e Pessoas São Paulo. Volume VII - Número 01 - Jan/Fev/Mar/Abr 2017


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1677-1591 (versão impressa) e ISSN 1677-5716 (versão on-line).